Posts com Tag ‘vida’

Gentileza

Publicado: dezembro 17, 2011 em Comportamento, Sociedade
Tags:, , , ,

Pilotava hoje pela Avenida José Falcão que estava particularmente movimentada. Pudera, estamos próximos do Natal e esta é uma das principais vias de acesso ao comércio de Feira de Santana. Muitos carros, muitas motos (muitíssimas), muita gente (muitissíssima ao cubo). De repente uma cena inusitada (mais…)

Anúncios

O homem esfomeado, já nem sabe o que é um prato de comida. Faz tempo que vive de pequenas sobras que vai encontrando por ande passa. Outro dia encontrou um pedaço de pizza ao lado da lixeira do parque, um achado. Qualquer migalha de algo que lhe pareça comida o faz feliz. (mais…)

Aguarde o sinal

Publicado: dezembro 6, 2011 em Egolatria, Sociedade
Tags:, , , ,

Uma mulher resolveu atravessar a Avenida Getúlio Vargas, a mais movimentada de Feira de Santana, às 13:30, no sinal verde. Distraída, ela não viu o motociclista que se aproximava. Ele tentou desviar, diminuiu a velocidade, mas ela avançou para sua frente e, assustada, paralisou frente a frente com a moto. Inevitável. (mais…)

Tanta coisa boa

Publicado: dezembro 5, 2011 em Egolatria, Poesia, Religião
Tags:, , ,

É tanta coisa boa que não dá pra ficar calado. Preciso dizer pro mundo que sou amado. Dizer que Deus tem feito coisas maravilhosas na minha vida e que nesses dias tem exagerado. É tanta coisa boa que dá trabalho relacionar. Mas, como diz o esquartejador, vamos por partes. (mais…)

De volta com amor

Publicado: julho 7, 2011 em Egolatria
Tags:, ,

Depois de um mês inteiro sem internet (parecia até centro de recuperação) estou de volta. Espero que não acontece outra interrupção dessas. Para evitar novos hiatos resolvi investi meu rico dinheirinho em um celular com acesso a internet, redes sociais e coisas do tipo. Mas preciso atualizar a minha vida aos leitores. Vamos direto ao fato marcante desses dias. Descobri que ficar sozinho é muito bom, muito livre, muito eu. Mas encontrar-se em alguém, ver suas faltas preenchidas por alguém e preencher as faltas deste alguém, é mágico. (mais…)

Hoje pensei em escrever algo sobre a maravilha do Tempo Pascal*, mas encontrei um texto De S. João Crisóstomo tão lindo e profundo que abdiquei do meu direito de redigir um comentário.

“De que serve ornar de vasos de ouro a mesa do Cristo, se ele mesmo morre de fome? Começa por alimentá-lo quando está faminto, e então poderás decorar sua mesa com o supérfluo. Dize-me: se, vendo alguém privado do sustento indispensável, o deixasses em jejum e fosses enfeitar sua mesa com vasos de ouro, achas que ele te seria agradecido? Ou não ficaria indignado? Ou ainda, se vendo-se vestido de andrajos e trêmulo de frio, o deixasses sem roupa para erigir-lhe monumentos de ouro, pretendendo assim honrá-lo, não diria ele que estarias zombando dele com a mais refinada ironia?

(mais…)

Ô mundinho cheio de novidades esse da internet. Passo as minhas horas vagas (horas é pura ironia) no facebook jogando Mafia Wars com um monte de gente que não conheço. Na verdade é um monte de gente de todo canto do nosso pequeno planeta azul. Aquilo até parece uma torre de Babel. Mas até aí tudo bem. Participamos do jogo e tentamos nos comunicar usando a linguagem universal (inglês?) com a ajuda do Google Tradutor. O que me assusta são as outras coisas que acontecem no facebook.

O tempo inteiro recebo convites para os mais bizarros testes, quizz, grupos, aplicativos e páginas inpensáveis. Por exemplo: “seu filho com um famoso”, que mostra como seria seu filho com alguem famoso; ou “que personagem de A Próxima Vítima você é?”, não precisa explicação. Mas um convite de aplicativo em especial me chamou a atenção: “Friends for sale!”. Durante uma semana ignorei o convite até que hoje resolvi tentar entender do que se trata (poderia ser apenas uma frase de efeito). Não é uma frase de efeito.

O aplicativo tem a seguinte proposta: “Comprar e vender seus amigos como animais de estimação!” É exatamente o que está escrito na explicação do app. Compreenda bem a situação eu estou sendo convidado para negociar os meus amigos. O texto ainda continua: “…Faça o dinheiro como um astuto vendedor de animais de estimação” – ganhar muito comprando amigos baratos e vendendo por um preço maior – “ou como uma mercadoria quente!” – ou fazer sucesso como a mercadoria do momento. Imagine a alegria de ser um amigo super-valorizado, vendido por milhões em leilões disputados.

Num mundo onde valores como amizade, honestidade e vida tem sido relativizados ao extremo eu não deveria estranhar uma proposta como esta. Na verdade deveria estar preparado para o dia em que isto se tornar realidade. Terá mais amigos que puder pagar mais. Lojas de amigos oferecendo modelos diversos para todos os gostos e bolsos. Já posso até me ver numa dessas lojas.

– Preciso de um amigo com cerca de 30 anos de idade, que goste de debates mas seja divertido, ouça rock’n’roll e ria das minhas piadas, mas estou sem muita grana no momento. Aceita cartão?

Carro importado: 150.000,00 no mastercard
Casa de praia: 800.000,00 no mastercard
10 amigos para um churrasco: 10,52 no mastercard
Cativar alguém: não tem preço.

Fala disso também