Posts com Tag ‘PT’

O dia do fico

Publicado: agosto 21, 2009 em Política
Tags:, , ,

Fico cada dia mais impressiondao com a capacidaade de persuasão do presidente Lula. O homem seria capaz de convencer a família de Michael Jackson a se livrar do defunto.

Aloízio Mercadante, arauto da ética política, decepcionado com as ações covardes do seu partido (de novo) resolveu deixar a liderança da bancada. Decisão vista por muitos, em consonância com a saída de Marina, como um sinal deque a crise do senado teria alcançado o PT. Segundo as palavras do próprio Mercadante diversos colegas de partido, da base governista e mesmo alguns da oposição e outros com os quais não mantém relação tão sadia, insistiram para que ele voltasse atrás na decisão. Deixar a liderança não é a solução. Mas a frustação, o desgaste por tantas decepções, reforçados pelo pedido dos filhos, falaram mais alto. Aloízio estava decidido. O preço era alto demais.

Mas eis que surge a voz da mudança. Ele. O homem barbudo, dedo decepado, vestido em suas camisas baianas. O cara. Chegou de viagem (mais uma) e recebeu Mercadante em sua casa. Cinco horas de conversa. Revisão da vida, das lutas. Noite a dentro o presidente preparou o terreno que sacramentou com uma carta na manhã seguinte. “Mercadante, estamos juntos há trinta anos, travando as lutas que interessam ao povo brasileiro e mudando a história do País. Dificuldades e divergências fazem parte dessa caminhada, mas são menores do que ela. Em nome dessa história e dessa caminhada, fique na liderança.” Em nome dessa história, dessa caminhada, Aloízio ficou. Pediu desculpas aos filhos e ficou.

Mas não ficou calado. No seu discurso hoje pela manhã (senadores no Plenário em plena sexta-feira? Até Mercadante estranhou) elencou todos os “erros políticos” que o fizeram decidir deixar a liderança da bancada. Um discurso belíssimo. Falou da necessidade de se analisar o preço pago para mater certas alianças. Admitiu que é preciso resolver muita coisa nas bases do partido. Falou de sua trajetória no PT e de como o governo fez o Brasil crescer (?).

No fim das contas tudo continua como antes. O nepotismo continua uma verdade conhecida de todos, mas assunto proíbido. Sarney levará seu mandato até o fim. As denuncias foram arquivadas, junto com milhares de outras. Aloízio continua líder. E Lula continua o presidente mais amado do Brasil.

 

Leia o discurso completo de Aloízio Mercadante: http://mercadante.com.br/noticias/ultimas/mercadante-discursa-na-tribuna-sobre-crise-do-senado-e-sua-permanencia-da-lideranca-da-bancada

Anúncios