Escrever algo

Publicado: novembro 28, 2011 em Filosofia, Poesia
Tags:, , ,

Do nada ressurgiu o gosto pela escrita. O desejo de escrever alguma coisa, qualquer coisa. É que tenho passado momentos intensos e verdadeiros, desses inspiradores. Muita coisa boa acontecendo, algumas coisas não boas e outras que não somam nem subtraem, mas todas muito intensas, muito vívidas.

Pensei em retomar um projeto antigo: Escrever um livro. Voltar aos rascunhos e anotações do passado e construir uma obra nova. Comprei um netbook, um pendrive e uma bolsa. Vou carregá-lo por todo lugar para não perder um único segundo de inspiração e tempo vago. Salas de esperas são sempre úteis. Quanto tempo perdido pode ser aproveitado para realizar este meu projeto.

Enquanto o livro não fica pronto fico por aqui. Volto para aqui. Livros são feitos de capítulos, parágrafos, frases. Preciso escrever poucas coisas, para juntá-las e fazer um livro. Não, não será um livro de coletânea de posts (muito clichê isto). Mas a prática da escrita diária, assim como a leitura, é o caminho para despertar o escritor adormecido, além de adestrá-lo no uso da “caneta”.

Escreva alguma coisa também. Vai ver como as coisas ficam mais fáceis no papel (ou na tela). Escrever é sempre uma forma de elaborar melhor tudo que flutua desordenadamente na nossa mente.

Abc.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s