Arquivo de outubro, 2010

Retorno ao egoísmo

Publicado: outubro 27, 2010 em Egolatria, Filosofia, Sociedade

Hoje quero falar de mim. Faz tempo que não faço isso. Me deixei de lado. Como se meu egoísmo tivesse se transformado num criticismo louco contra tudo que não sou eu.

Chega!!!!

Hoje quero voltar para mim. Quero realmente lembrar-me o quanto sou eu. E como é bom ser eu. Abraçar esse egocentrismo infantil que arrasta todas as coisas na minha direção, tudo gravitando ao meu redor. É entorpecedor ver tanta coisa girando e girando.

Delicioso é saber que uma criatura complexa, egocêntrica, emocionalmente instável, narcisista secundária e com o ego dissociado pode amar-se a ponto de bastar-se. Mas não é um bastar-se que exclua os outros. Gosto dos outros também. Acho até legal estar com os outros, desde que eu possa continuar sendo eu.

É um costume idiota que as pessoas tem de se deixarem moldar pelos ambientes e pelas outras pessoas. Uma fantasia para cada ocasião. Tudo para ser aceito. Que se exploda o pacto social. Sou eu no meio da sociedade. Quem tem problemas consigo mesmo que se esconda nas normas de convivência. Eu amo o que sou e é isso que ofereço a todos.

A única coisa que espero é que quem pretenda se aproximar de mim apresente-me exatamente o que é, sem disfarces, receios, medos. Pode usar reservas. Reservas são formas de proteger a própria individualidade, garantir a existência de um cantinho que seja só seu. Eu não me escondo, mas faço reservas. Tenho coisas que são só minhas e ninguém precisa vê-las, pressenti-las ou imaginá-las. Não abro mão do meu cantinho pra ficar só.

Pronto. Falei um pouco de mim. Nisso falei de um monte de gente que me rodeia e que faz parte de mim. No fim, mesmo meu egoísmo é de um altruísmo catártico. Mas não se engane, ninguém é tão bom assim. Nem eu.

Anúncios

O Império contra ataca

Publicado: outubro 21, 2010 em Comunicação, Política, Sociedade

Nestes dias algo de muito louco me trouxe de volta aos textos, o tema do momento, o 2º turno, mais precisamente a campanha. Pra ser sincero me chamou a atenção a posição de defesa da verdade tomada pela rede Globo de televisão (será que vão tirar meu blog do ar depois dessa?).

Todo mundo viu o Serra reclamando de ter sido agredido durante uma passeata. Todo mundo viu o vídeo da bolinha de papel exibido pelo SBT (sucesso no youtube). Todo mundo viu o presidente Lula chamando Serra de mentiroso e desacreditando do médico que o atendeu. Todo mundo viu Dilma falando da sua indignação e do balão d’água que tentaram jogar nela. E hoje todo mundo viu a Globo “mostrar’ o “objeto” que atingiu o candidato.

SBT e Globo escolheram seus lados e entraram na briga pela “verdade”. Diria Póncio Pilatos, “- O que é a verdade?” E colocam tempero na briga pela presidência. Nessa altura dos acontecimentos o que seria uma vitória no primeiro turno tornou-se um segundo turno fácil e agora aparece como uma possível surpresa indigesta para o presidente ex-trab… digo, ex-operário. Tudo porque mecheram com o brio do quarto poder.

Montagens, teatros, exageros, manipulações e golpes de marketing à parte o circo fica cada vez mais diversificado e os macacos vão acabar invadindo o picadeiro para despejar sua ironia sobre o palhaço menos convincente. E eu fico tranqüilo, enquanto não tenho público ninguém vai se incomodar com o que eu falo.

Aproveita o anonimato e faladisso também.